Ingressou na Escola de Artes Gráficas da Fundação IBGE em 1969, saindo de lá após três anos de estudos em horário integral, em 1971, habilitado a exercer o ofício de Fotolitógrafo. Foi o primeiro passo na direção da fotografia. A partir daí, exerceu o ofício em diversos estúdios do Rio de Janeiro e na Editora Abril em São Paulo, onde reproduziu fotografias para revistas como Play Boy, entre outras.

Foi no extenso período que passou viajando pelo mundo, sempre acompanhado por uma câmera, que conheceu de perto as culturas do Oriente Médio (e.g., Egito, Arábia Saudita), do Extremo Oriente (China, Japão, Cingapura) e da Europa (e.g., Turquia, França). Foi a oportunidade para aperfeiçoar o seu olhar.

Na Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV - Rio de Janeiro. Com base em fotos de sua autoria, seu trabalho é orientado para a experimentação artística através do processo de reprodutibilidade serigráfico (Gravura): estudo que propicia a construção de imagens através de camadas, sobreposições de transparências; para isso, vale-se da interdisciplinaridade advinda da interação de oficinas, sua arte fotográfica e de sua experiência nas artes gráficas.

As mídias utilizadas no processo de produção das gravuras e fotografias têm vistas à permanência e longevidade dos trabalhos, para tanto vale-se das novas tecnologias incorporadas aos suportes utilizados, o que exige constante pesquisa.

Na fotografia, em si, através do estudo contínuo de suas tecnicas voltadas à qualidade do trabalho, o fotógrafo busca na natureza: expressão e beleza; além da interação com o nosso quotidiano.

Atualmente

Dedica-se, também, a produção de books, retratos, still, reprodução de obras-de-arte e coleções. Seja em meio digital ou impresso.

Na área de impressão trabalha com os melhores papéis do mercado e possui equipamento de impressão da marca Epson de última geração que lhe permite produzir impressão de alta qualidade.

Tudo. Desde sessão de fotografia até o trabalho final ficar pronto é feito no Ateliê pelo fotógrafo.